PARÁ | Funbosque organiza soltura de tracajás na Ilha de Jutuba

Da Redação

do Prazer em Viajar

Vinte e sete quelônios da espécie Tracajá reproduzidos no Laguinho Borboleta, da Fundação Escola Bosque (Funbosque), distrito de Outeiro, foram soltos nesta quinta-feira, 09, na Ilha de Jutuba, região das ilhas de Belém, capital do Pará. A ação para sensibilizar a sociedade sobre a importância da preservação destas espécies de tartarugas contou com a presença de moradores locais e do prefeito Edmilson Rodrigues. 

A pequena Maissa Albuquerque, 8 anos, deixou o medo de lado e conseguiu segurar um tracajá para colocá-lo em direção às águas. “Foi muito legal. Vou contar pros meus amigos”, comemorou a garota. 

Criados no Laguinho da Funbosque, as espécies passaram por um processo de transição alimentar das espécies, com uma dieta a base de verduras e legumes e algumas proteínas para prepara-los ao momento da soltura. “Foi um desafio e tanto, mas deu tudo certo. No final elas foram preparadas para sobreviver lá fora”, explicou a veterinária da Funbosque, Jade Yasmin. 

O prefeito Edmilson Rodrigues elogiou o trabalho da equipe da Funbosque, responsável por todo o tratamento e alimentação das espécies até a fase em que serão devolvidos para a natureza. “Nossa equipe da Escola Bosque salva vidas animais. Foram 27 tracajás que nós acabamos de deixar na praia e foi lindo vê-los correr em direção às águas e a certeza de viverão muito e se reproduzirão”, declarou. 

A primeira ação da Funbosque ocorreu no dia 28 de janeiro quando 18 tracajás, 05 peremas e 37 tartarugas de 1 a 2 anos foram soltos nas areias da ilha para seguirem até a praia.  

Segundo o presidente da Funbosque, Alickson Lopes, serão organizadas outras ações no decorrer do ano para sensibilizar a comunidade sobre a importância destas espécies. “Queremos que os próprios moradores da ilha possam ser guardiões dos ovos que esses animais vão depositar na praia”, disse ele. 

Spread the love
By julierocha@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *