Após 9 meses em obras, Governo do Pará reabre o Theatro Da Paz

Spread the love

Foto: Marco Santos

Na noite deste domingo (22), a majestosa e imponente casa de espetáculos da Amazônia voltou a brilhar após nove meses fechada para obras de restauro e revitalização. Os 300 ingressos disponíveis foram rapidamente esgotados, adquiridos mediante a troca de alimentos não perecíveis. O espetáculo de reabertura ficou por conta da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), sob a regência do Maestro Miguel Campos. Na ocasião, estiveram presentes o Governador do Estado, Helder Barbalho e a primeira dama, Daniela Barbalho, a Secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues e o diretor do Theatro da Paz, Daniel Araújo.

“Hoje é noite de festa por poder reabrir novamente as portas do Theatro da Paz. Seguramente o desejo de toda a sociedade, esta casa fantástica que simboliza uma riqueza cultural do nosso Estado e a partir da Secretaria de Cultura poder fazer essa revitalização de R$4,5 milhões de recursos investidos, nos permitindo agora nove dias de programação. Aproveito para dizer que quem não pôde estar aqui hoje, teremos essa mesma apresentação nos próximos dias para que todos possam ter a oportunidade de reencontro com o Theatro da Paz e cada vez mais esse espaço possa estar à disposição da cultura e da arte da beleza que é o Estado do Pará”, destacou o governador.


“A preservação do patrimônio histórico é um compromisso inarredável, no governo do Estado. Logo que entramos aqui (em 2019), nós fizemos todo o restauro da cobertura para iniciar esse processo de revitalização e devolver o nosso Theatro da Paz mais inclusivo, mais acessível, com visitas guiadas durante o dia, com nosso Café da Paz, nossa Boutique da Paz. Vamos ter nove dias de programação gratuita e contamos com a compreensão do público, pois não vamos poder ter nosso Theatro lotado, vamos disponibilizar apenas metade da capacidade. Mas nós estamos muito felizes, retomando gradualmente, com todos os protocolos sanitários sendo respeitados em nossa programação”, destacou Ursula Vidal, Secretária de Estado de Cultura.

A primeira noite de espetáculos trouxe ainda uma homenagem especial aos profissionais da saúde do Estado, que na ocasião foram representados pela técnica de enfermagem da Santa Casa, Risonete Vasques Ferreira. Visivelmente emocionada, a profissional de saúde agradeceu o convite. “Esse é um momento de muita emoção. Estou agradecida. Nós, da área da saúde passamos por momentos muito difíceis. Hoje em dia, agradeço a Deus por estar aqui homenageando nossos amigos da saúde”, comentou.

Foto: Mário Quadros


No palco, a OSTP abrilhantou a noite com obras de grande virtuosidade orquestral. Segundo o Maestro Miguel de Campos, as obras foram escolhidas para mostrar uma vitrine orquestral e no meio uma homenagem mais pungente aos profissionais da saúde. “A noite de hoje seria o equivalente a ver um time voltar a jogar em frente a sua torcida.E a nossa torcida é o público. Passamos um tempo longo fazendo espetáculos virtuais, mas o reencontro com o público é o que tem o calor humano e o artista se alimenta desse calor humano, então é muito importante esse reencontro e que melhor maneira de fazer do que homenagear os profissionais de saúde que estão na linha de frente em combate ao coronavírus. É simplesmente justiça sendo feita com esses profissionais”.

“Temos muitos espaços que temos prazer de mostrar a população, um deles é o Café da Paz, que antes só funcionava para os espetáculos internos e agora nós vamos abrir para a população. Nós temos também a Boutique da Paz, também na área do Café, onde você vai poder ter acesso a produtos que têm características d TP, uma parte da arquitetura que vai para o caderno, uma gravura e as pessoas podem acessar isso. Temos também o foyer do Theatro, uma sala que estava um pouco ociosa, e a gente entende que é uma sala tão bonita que a população ainda não conhece, e lá vamos oferecer uma programação. Então a área recebeu um palco, compramos um piano novo, e vamos inaugurar uma série de concertos chamados de câmara, concertos para grupos pequenos. Também vamos usar o foyer como galeria de exposições. Então, a gente tem muita coisa legal e queremos que a população volte a freqüentar, claro, respeitando os protocolos de segurança”.

Como forma de garantir o acesso do máximo de pessoas ao Theatro Centenário, a Secretaria de Estado de Cultura, informou que no próximo dia 04 de setembro haverá reapresentação do espetáculo de abertura. Como forma de obedecer às normas sanitárias, a casa de espetáculos vai limitar o acesso a no máximo 300 pessoas por noite. Os ingressos poderão ser trocados por um quilo de alimento não percível, sempre duas horas antes de cada espetáculo.
Com 143 anos de existência e classificado como um Teatro-Monumento, o “Da Paz” foi entregue à população restaurado e revitalizado. As obras foram iniciadas em novembro de 2020, e receberam investimento de R$ 4,5 milhões. A secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, destacou que a última grande intervenção no Theatro foi há 20 anos.

As intervenções realizadas incluem a revitalização da fachada; restauro completo do forro das varandas; pinturas internas e pinturas especiais; reforma do forro e das instalações elétricas; reforma e limpeza de pisos; substituição das palhinhas das cadeiras; tratamento de esquadrias; revitalização total do Café da Paz e reforma completa dos banheiros, adaptados à acessibilidade e com instalação de elementos decorativos inspirados no mosaico do hall de entrada do TP.
Ocorreu ainda a reforma dos vestiários e do sistema de proteção contra incêndio; a execução de um inovador projeto luminotécnico, que vai garantir iluminação em todas as fachadas; a revitalização das calçadas em pedra de lioz .

Confira a programação completa dos próximos dias

22/08, 20 h: Abertura. Apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP).
23/08, 20h: Espetáculo de teatro “A pensão da D. Cotinha”.
24/08, 18 h: Apresentação do Coro Carlos Gomes.
25/08,17, 18 e 19 h: Apresentação de canto lírico dos alunos do Curso de Formação em Ópera. Abertura da exposição imersiva “Ópera Viva – 20 Anos do Festival de Ópera do Theatro da Paz”, no foyer. Visitação até 31 de outubro.
26/08, 20 h: Apresentação do Balé Coppélia.
27/08, 20h: Apresentação do Balé Coppélia.
28/08, 20 h: Apresentação da Amazônia Jazz Band.
29/08, Montagem e ensaio da ópera Die Abreise (não aberto ao público).
30/08, Ópera Die Abreise (16 h: exclusiva para custodiadas e custodiados, agentes prisionais e familiares; 20 h: para o público em geral).
31/08, 16 h: Espetáculos do Colegiado de Dança do Pará.

By Julie Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *