Ministério do Turismo participa de abertura da 32ª Regata Internacional Recife

Spread the love

O Ministério do Turismo participou da abertura da 32ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha (Refeno). A competição é considerada a maior regata oceânica da América Latina e neste ano contará com 85 embarcações e 700 velejadores que cruzarão o litoral recifense rumo ao arquipélago pernambucano. O evento seguirá todos os protocolos sanitários para a segurança dos velejadores inscritos.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou a importância do evento para a movimentação turística na capital pernambucana. “A realização de eventos como este mostra o bom momento de retomada que o nosso setor vive, respeitando todos os protocolos de biossegurança e garantindo a movimentação da cadeia turística local. Tenho certeza de que este será mais um evento de sucesso e que impulsionará o turismo em todo o estado de Pernambuco. Parabéns à organização e boa sorte aos velejadores”, disse.

O diretor do Departamento de Ordenamento, Parcerias e Concessões da pasta, José Medeiros Nicolau, representará o ministro no evento. A competição contará com 85 barcos de 16 estados brasileiros que se dividirão em 13 categorias: ORC, IRC, RGS, VPRS, Mocra, Catamarã, Trimarã, Aço, Alumínio, Bico de Proa, Aberta, Turismo e Clássicos. Os barcos percorrerão 300 milhas náuticas, o equivalente a 560 quilômetros, na principal travessia oceânica do Brasil.

“Tivemos um grande desafio de preparar esta edição da Refeno, que promete ser uma das maiores e melhores da história. Superamos as dificuldades do último ano e teremos uma grande confraternização de velejadores de todo o Brasil. É um evento para mostrar que estamos prontos para a retomada com protocolos e segurança”, destacou o Comodoro do Cabanga, Paulo Pérez Machado.

Realizada anualmente, a Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha atrai competidores de diversos estados brasileiros e do mundo. As embarcações partem do Marco Zero, um dos principais ponto turístico de Recife (PE), e seguem com destino a Fernando de Noronha, ilha oceânica de águas cristalinas, onde é possível encontrar natureza pura, com golfinhos e atobás fazendo a festa dos visitantes.

Credito: Divulgação

By Julie Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *