MTur e UFF iniciam validações do Projeto Experiências do Brasil Rural no Rio Grande do Sul

Spread the love

O Ministério do Turismo e a Universidade Federal Fluminense (UFF) finalizaram nesta sexta-feira (12.11) as primeiras validações das rotas que compõem o projeto Experiências do Brasil Rural. Os roteiros Farroupilha Colonial e Ferradura dos Vinhedos, ambos no Rio Grande do Sul, foram os destinos iniciais das visitas técnicas, que acompanharam de perto a aplicação dos conceitos e ideias apresentados durante a fase de capacitação. Esta é uma das últimas etapas da iniciativa, desenvolvida junto ao Ministério das Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

“A ideia deste projeto é justamente trazer para estes agricultores uma nova percepção do turismo rural e de experiência, que para alguns já era realidade. Vamos verificar agora se toda a técnica aprendida no decorrer do ano foi posta em prática e trabalhar no aprimoramento das atividades turísticas que tanto têm contribuído para o desenvolvimento desta região no Rio Grande do Sul”, disse o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

No roteiro Farroupilha Colonial, os técnicos puderam vivenciar experiências históricas, culturais e de aventura, como por exemplo o G Parque Família Giacomini e o Parque Salto Ventoso, onde usufruíram de caminhadas ecológicas, quedas d’águas e de uma área de camping.

O enoturismo também fez parte da visita. Nas vinícolas Colombo e De Cezzare, os presentes puderam acompanhar todo o processo de fabricação do vinho. No quesito culinária, a De Luca Gastronomia Caseira apresentou aos técnicos deliciosos pratos italianos. Já no campo cultural, o Acervo da Bea e a Casa Sueca trouxeram um pouco mais da história e da cultura italiana e sueca.

Para o proprietário da Vinícola Colombo, Antônio Colombo, o Experiências do Brasil Rural foi muito mais do que uma iniciativa de capacitação, mas de recomeço de uma caminhada familiar. “Esse projeto só veio a agregar à nossa vinícola em todos os sentidos, tanto na nossa estrutura como na comunhão familiar. A minha família começou a se interessar muito mais pelo nosso espaço, que estava esquecido. Isso está nos tornando muito mais felizes, pois isso faz parte de um legado dos nossos antepassados que a gente não queria que ficasse perdido na história”, contou.

Já a empreendedora da Casa de Luca, Vivian Tonietto, destacou a transformação que o seu espaço teve após as capacitações desenvolvidas pela equipe do projeto. “Isso fez valorizar o que a gente achava rotineiro e proporcionou um crescimento para nós amadurecermos essa ideia. Foi aquele empurrãozinho que a gente precisava. Antes desse projeto, a gente achava que não tinha tanta importância, como estamos vendo hoje. Então, essa experiência valeu para que a gente pudesse valorizar o que a gente tem”, finalizou.

FERRADURA DOS VINHEDOS – Ainda durante esta semana, uma segunda equipe técnica do projeto validou as iniciativas desenvolvidos no roteiro Ferradura dos Vinhedos. Situada na fronteira com o Uruguai, a rota permitiu aos visitantes vivenciar a produção e a degustação de vinhos, além de conhecer agroindústrias e cooperativas que fabricam queijos, azeite de oliva e embutidos, entre outras iguarias. Os técnicos também puderam conferir o Centro de Tradições Gaúchas, espaço repleto de músicas, danças, vestimentas e culinária. As visitas incluíram, ainda, a experimentação do café campeiro, recheado de guloseimas, e a realização de piqueniques.

PROJETO – A fase inicial do Experiências do Brasil Rural envolveu um diagnóstico das rotas, que indicou pontos fortes e quesito passíveis de aprimoramentos. Em seguida, houve capacitações e a formatação de vivências memoráveis nos destinos. Os produtos e serviços desenvolvidos estão sendo validados durantes este mês de novembro, a partir de visitas presenciais de coordenadores do projeto. Por fim, o Experiências do Brasil Rural vai focar em ações de apoio à promoção e à comercialização dos roteiros.

PRÓXIMAS VISITAS – As visitas dos técnicos do projeto continuam na próxima semana, desta vez em Minas Gerais. Os roteiros Queijo Terroir Vertentes e “Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira passarão por validações da equipe do Ministério do Turismo e da Universidade Federal Fluminense. Nas semanas subsequentes, os trabalhos ocorrerão nos roteiros Terra Mãe do Brasil, seus caminhos, segredos e sabores, na Bahia; Agroturismo, no Espírito Santo, Caminhos do Campo, em Santa Catarina, e na Amazônia Atlântica, nos municípios de Bragança, Augusto Corrêa e Curuçá, no Pará. A rota oferta vivências rurais por meio da pesca artesanal, degustação de queijos artesanais, farinhas de mandioca e de frutas orgânicas encontradas no estado.

By Julie Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *