Com investimento do MTur, acesso a balneário em Cachoeiras de Macacu (RJ) será pavimentado

Spread the love

O governo federal, por meio do Ministério do Turismo, está investindo mais de R$ 1,2 milhão para a revitalização do acesso ao balneário Poço das Pedras, em Cachoeiras de Macacu (RJ). A obra contemplará a drenagem e pavimentação do local e trará conforto e segurança aos turistas que visitam a cidade. Além disso, a reforma permitirá a expansão das atividades turísticas no município, que já recebe cerca de 5 mil visitantes por mês durante a alta temporada.

De acordo com o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, os recursos destinados pela Pasta estão sendo investidos em obras que realmente farão a diferença durante a retomada do setor. “Precisamos deixar a casa arrumada, para assim recebermos o nosso turista cada vez melhor. Tenho certeza de que este nosso investimento será revertido em uma maior movimentação de turistas, que impactará diretamente na geração de empregos e desenvolvimento para a população de Cachoeiras de Macacu”, destacou.

A cidade de Cachoeiras de Macacu está localizada na região da Serra Verde Imperial. O destino recebe um grande fluxo de visitantes à procura de atrativos naturais, como cachoeiras, parques naturais e reservas ecológicas. Além disso, o município realiza diversos eventos, como a festa de Santana de Japuíba, o Degusta Macacu, entre outros, movimentando assim o turismo cultural.

OBRAS – Apenas entre os meses de julho e agosto, 4º bimestre do ano, o Ministério do Turismo registrou a entrega de 122 obras de infraestrutura turística apoiadas financeiramente pela Pasta. Entre os projetos entregues à população estão, por exemplo, reforma de parques, orlas e praças.

As obras do Ministério do Turismo são realizadas, preferencialmente, em municípios que constam do Mapa do Turismo Brasileiro, uma ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e alternativa de retorno econômico à população. As verbas provêm do orçamento próprio do órgão e de emendas parlamentares apresentadas à Pasta.

Crédito: Arquivo/TurisRio

By Julie Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *