Voz dos Oceanos’ desembarca no Pará

Spread the love

O desenvolvimento de ações socioambientais no Pará e a conscientização sobre a poluição plástica no mar são alguns dos focos da parceria realizada entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo (Setur), e a iniciativa global Voz dos Oceanos. O projeto tem o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) e conta com uma expedição marítima chefiada pela Família Schürmann, que foi recebida por uma comissão estadual e municipal, após desembarcar no município de Soure, no Arquipélago do Marajó.

Na recepção à família, a secretária adjunta da Setur, Ivone Cunha, destacou que o governo paraense vem investindo no turismo de base e sustentável, a fim de garantir o desenvolvimento das comunidades tradicionais respeitando a biodiversidade. “Estamos trazendo outra forma do turismo a Soure. Com isso, mostramos para as pessoas do Pará, e do mundo, por meio do ‘Voz dos Oceanos’, um Pará diferente, mais sustentável”, enfatizou Ivone Cunha.  Para o capitão Vilfredo de Oliveira Schürmann, o trabalho de conscientização sobre uso consciente e redução de plásticos deve ser realizado pela população, governos e iniciativa privada. “Nós temos visto muitas coisas boas aqui. O público e o privado se juntam para resolver essa situação. O plástico deve ir para o lugar certo, e o Brasil é o quarto maior produtor de plástico do mundo. Nós vimos que o mar tá pedindo fôlego; o mar vem sendo invadido pelo microplástico. Estamos fazendo um trabalho no sentido de conscientizar sobre isso. O plástico precisa ser reciclado e ir para os lugares certos”, frisou Vilfredo Schürmann. Reconhecimento – Durante a programação da manhã, a equipe do projeto realizou o reconhecimento e a captação de imagens na área da Praia Barra Velha, e teve a oportunidade de registrar peças de cerâmica marajoara e conversar com artesãos locais para conhecer mais da produção regional, cultura e as vivências da população do Marajó. O Pará é o primeiro da região amazônica a receber a expedição, que vai percorrer outros municípios. A programação para cada ponto de parada do veleiro utilizado ainda está sendo elaborada, levando em consideração as características de cada local. “Sempre foi um sonho nosso chegar e conhecer a Amazônia, e o Pará. Ainda vamos para outras cidades, como Belém e Santarém. Estamos realizando um grande sonho de estar aqui conscientizando sobre um Brasil melhor”, frisou Vilfredo Schürmann

Crédito: Marcelo Seabra/Secom

By Julie Rocha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.